Tag Archives: e-mail

Inglês como língua oficial da Europa,en

The European Union commissioners have announced that agreement has been reached to adopt English as the preferred language for European communications, rather than German, which was the other possibility.

As part of the negotiations, the British government conceded that English spelling had some room for improvement and has been accepted a five year phased plan for what will be known as EuroEnglish (Euro for short).

In the first year, “s” will be used instead of the soft “c”. Sertainly, sivil servants will reseive this news with joy. Também, the hard “c” will be replaced with “a”. Not only will this klear up konfusion, but typewriters kan have one less letter.

There will be growing publik enthusiasm in the sekond year, when the troublesomephwill be replased by “f”. This will make words likefotograf” 20 persent shorter. In the third year, publik akseptanse of the new spelling kan be expected to reach the stage where more komplikated changes are possible.

Governments will enkorage the removal of double letters, which have always ben a deterent to akurate speling. Também, al wil agre that the horible mes of silent “e”s in the language is disgrasful, and they would go.

By the fourth year, peopl wil be reseptiv to steps such as replasing “th” por “z” e “w” por “v”. During ze fifz year, ze unesesary “0” kan be dropd from vords kontainingou”, and similar changes vud, of kors, be aplid to ozer kombinations of leters.

Und efter ze fifz yer, ve vil al be speking German lik zey vunted in ze forst plas

A Crazy Language

This crazy language, Inglês, is the most widely used language in the history of our planet. One in every seven humans can speak it. More than half of the world’s books and three quarters of international mail is in English. Of all the languages, it has the largest vocabulary perhaps as many as two MILLION words. Não obstante, vamos enfrentá-lo, English is a crazy language. There is no egg in eggplant nor ham in hamburger; neither apple nor pine in pineapple. English muffins weren’t invented in England or French fries in France. Sweetmeats are candies while sweetbreads, which aren’t sweet, are meat.

We take English for granted. But if we explore its paradoxes, we find that quicksand can work slowly, boxing rings are square and a guinea pig is neither from Guinea nor is it a pig.

And why is it that writers write but fingers don’t fing, grocers don’t groce and hammers don’t ham? If the plural of tooth is teeth, why isn’t the plural of booth beeth? One goose, two geese. So one moose, two meese?

Doesn’t it seem crazy that you can make amends but not one amend, that you comb thru annals of history but not a single annal? If you have a bunch of odds and ends and get rid of all but one of them, what do you call it? If teachers taught, why didn’t preacher praught? If a vegetarian eats vegetables, what does a humanitarian eat? If you wrote a letter, perhaps you bote your tongue?

Sometimes I think all the English speakers should be committed to an asylum for the verbally insane. In what language do people recite at a play and play at a recital? Ship by truck and send cargo by ship? Have noses that run and feet that smell?

How can a slim chance and a fat chance be the same, while a wise man and wise guy are opposites? How can overlook and oversee be opposites, while quite a lot and quite a few are alike? How can the weather be hot as hell one day and cold as hell another?

Have you noticed that we talk about certain things only when they are absent? Have you ever seen a horseful carriage or a strapful gown? Met a sung hero or experienced requited love? Have you ever run into someone who was combobulated, gruntled, ruly or peccable? And where are all those people who are spring chickens or who would actually hurt a fly?

You have to marvel at the unique lunacy of a language in which your house can burn up as it burns down, in which you fill in a form by filling it out and in which an alarm clock goes off by going on.

English was invented by people, not computers, and it reflects the creativity of the human race (que, claro, isn’t a race at all). That is why, when the stars are out, they are visible, but when the lights are out, they are invisible. And why, when I wind up my watch, I start it, but when I wind up this essay, I end it.

[Unknown source]

Emails Stinker — A Primer

Email revolucionou a comunicação corporativa na última década. A maior parte do seu impacto tem sido positivo. Um e-mail a partir do big boss a todos @ yourcompany, por exemplo, é um substituto feira para uma reunião de comunicação em geral. Em equipes menores, e-mail muitas vezes salva reuniões e aumenta a produtividade.

Quando comparado com outros modos de comunicação (telefone, correio de voz etc.), e-mail tem uma série de características que o tornam particularmente adequado para a comunicação corporativa. Ela dá ao remetente a quantidade certa de distância do receptor para se sentir seguro atrás do teclado. O remetente recebe tempo suficiente para polir a linguagem ea apresentação. Ele tem a opção de enviar os e-mail vários destinatários de uma só vez. O efeito líquido destas características é que uma alma normalmente tímida pode se tornar uma persona email formidável.

A alma normalmente agressivo, por outro lado, pode tornar-se um remetente detestável do que são conhecidos como stinkers. Stinkers são e-mails que são destinados para infligir humilhação.

Dada a importância da comunicação e-mail nos dias de hoje, você pode encontrar-se seduzir pelo fascínio escuro da stinkers. Se você fizer, aqui são os primeiros passos em dominar a arte de elaborar um fedorento. O truque consiste em desenvolver uma atitude mais santo do que tu e assumir uma posição de superioridade moral. Por exemplo, Suponha que você está chateado com a equipe pelo seu trabalho de má qualidade, e quero destacar o fato de a eles (e para algumas pessoas-chave da organização, claro). Um novato pode ser tentado a escrever algo como, “Você e sua equipe não sabe agachamento.” Resistir a essa tentação, e mantenha esse e-mail rookie. Muito mais gratificante é a de compor-la como, “Eu vou ser feliz para se sentar com você e sua equipe e compartilhar nossa experiência.” Esta composição craftier também mostra sutilmente o seu conhecimento superior.

E-mails podem ser ainda mais sutil. Por exemplo, você pode docemente conselho seu chefe sobre alguma questão como, “Nenhum ponto em apressar-se em onde os anjos temem pisar,” e ter o prazer secreto que você conseguiu chamá-lo de um tolo para o rosto!

Stinkers Contador são duplamente doce. Enquanto se envolver em um duelo de e-mail, sua melhor esperança é descobrir um erro factual na stinker. Embora você seja obrigado pela honra de responder a um fedorento, silêncio também pode ser uma resposta eficaz. Ele envia um sinal de que você seja encontrado o stinker insignificante demais para responder a, ou, pior, você acidentalmente apagou sem lê-lo.

Cuidado com as armadilhas stinker. Você pode receber um e-mail convidando-o para trabalhar em um problema com uma generosa oferta para ajudar. Digamos que você morder a isca e pedido de ajuda. O próximo e-mail (copiados para praticamente todo mundo na Terra) pode ler algo como, “Se você se preocupou em ler a mensagem anterior,” (referindo-se a um e-mail enviado há dez dias para 17 outros e dois grupos de e-mail) “você sabe que…” Observe como é fácil dar a entender que você não sabe o que você está suposto, e que você tem o hábito de ignorar mensagens importantes.

Nós não temos nenhuma defesa segura contra armadilhas stinker à excepção de saber o remetente. Se um remetente é conhecido por sua disposição stinker-happy, tratar todas as suas propostas doces com suspeita. É improvável que ele teve uma mudança de coração e decidiu tratá-lo civilmente. Muito mais provável é que ele está preparando-o para algo que ele vai desfrutar de um pouco mais do que você!

No final do dia, Não se preocupe muito com stinkers se você encontrar-se na extremidade de recepção. Mantenha um sorriso em seu rosto e reconhecer os stinkers para o que são — viagens de ego.

Se você gostou deste post, Tenho certeza que você também vai gostar:

  1. Um Guia de Sobrevivência do Office
  2. La Sofisticação

Trick Question

Here’s an IQ question to help you decide how you should spend the rest of your day…

A person who can’t speak wants to buy a toothbrush. By imitating the action of brushing one’s teeth, he successfully expresses himself to the shopkeeper, and the purchase is done.

Now if there is a blind man who wishes to buy a pair of sunglasses, how should he express himself?

Think about it first. Don’t give up too soon, or you will regret it!

Want to see the answer?